sábado, 26 de setembro de 2009

Esse post também...

... não serve aos propósitos desse blog e vai dilacerar os corações de todos que não estiverem na relação louvável que se segue. Mas acho que os boêmios solteiros (majoritariamente) merecem um afago (já que agora aprendi a demonstrar sentimentos dizendo "se eu amasse alguém, é provável que te amasse" e declarações dietéticas do mesmo teor).

[Um aviso preliminar: ESSA ORDEM NÃO IMPORTA. Só escrevi conforme a inspiração. Vocês sabem que, no fundo, quem eu prefiro mesmo é a Galine.]

Agradeço...

Ao LUIZ, pelo seu brilhantismo gastronômico (com ele concluí que na falta do que comer, não é PREMENTE - palavra do dia - matar seu amigo... você sempre pode coletar todos os restos de comida presentes, colocá-los num prato limpo - enfatizo: LIMPO, senão o sabor se altera -, temperá-los com grill e catchup - afinal, mesmo que você não tenha comida, essas duas iguarias jamais escasseiam -, e degustar a delícia com o melhor acompanhamento pra TUDO na vida: Coca-Cola - bebida estocada em maior quantidade que água nas casas do mundo capitalista... dispensas burguesas nunca estão vazias, ou elas têm algo E Coca, ou elas só têm Coca).

À TIA RUTH, também conhecida como Lívia Botelho, por ter uma compreensão ampla dos problemas da juventude do século XXI (se você estiver na fossa, ela canta Sandyjunior e Leandroleonardo com você- sim, ela é tão moderna que conhece nossos ídolos da década de... 90 - no meio do Pilotis, permitindo ao sofredor que não saiba cantar se esganiçar como puder, e dramatizando a letra - por exemplo, o famoso verso "e cheiro de terra molha-aa-da", de "Era Uma Vez" , foi representado jogando água Minalba no canteiro de obras do Leme... eu não senti o cheiro, mas valeu pelo gesto poético, eu sabia que ele estava ali).

À MARIA, pelo ardiloso plano de perguntar a mim se eu estava na rua com uma pessoa cuja existência é a maior improbabilidade do planeta, somente para desvendar um grande mistério da minha... personalidade (ela, muito curiosamente, pensou que a garota mais palhaça do italiano - aquela que respondia a "o que os brasileiros fazem no Carnaval?" com "pegam AIDS" - tivesse alguma... peculiaridade, vamos dizer assim... e então conheci todos os outros solteiros.. digo, membros desse grupo - sim, eu consegui socializar pesadamente com ela ainda que, para qualquer língua, inclusive o italiano, ela tenha o mesmo sotaque ininteligível).

À MANU, pela grandiosa caridade de chorar por todos (essa sua determinação piedosa é tão admirável que ela é a única pessoa que eu gosto de encontrar randômicamente em transportes públicos - afinal, é bem desagradável quando você está lá com o seu mp3, trancendendo com um solo afogador do Petrucci e se imaginando reproduzindo aquilo, com toda a audiência babando e... e... *cutucão*, surge um colega com quem a conversa é menos empolgante do que uma narração do Galvão Bueno - mas com a Manu nunca é assim, ela sempre tem um caso/curiosidade escalfobética pra contar, e não se importa se você fizer ela passar vergonha com comentários pobreofóbicos/racistas num 438 lotado de pedreiros, empregadas e estudantes de escola pública).

AO FERNANDO, por ter sido meu melhor aluno (não no sentido do desempenho pós-aula - culpa do outro professor -, e sim por me deixar apreciar minhas Devassas durante as sessões de estudo e ser tolerante com o meu completo desconhecimento dos formalismos matemáticos, que se tornavam ainda mais informais e caóticos quando as Ruivas entravam na discussão... além disso, ele cozinha, é praticamente ariano - tanto que é difícil notar a ausência de olhos cristalinos naquela face alva emoldurada por madeixas douradas - e não ama, o que faria dele o homem perfeito pra casar comigo... se eu quisesse.. casar).

À NÉM, nome tribal de Daniella Achilles, por nunca romper o feXamento dos mano fiel, ainda que o céu esteja desabando e a chapinha de mais de 100 reais desmantelando sob a ira de Deus (lembra disso, Ném? não né.. sua memória tem cerca de dois bits - e NÃO ME VENHA perguntar DE NOVO o que são bits... é místico e abstrato demais pra nossa compreensão - enfim, isso foi no dia do show da Alanis, quando eu tive que trocar o voucher debaixo de um temporal homérico... a Ném foi tão bróder nessa ocasião que não se afetou, permaneceu serena, me bombardeando de perguntas como é usual - ela queria que eu elucidasse, em 10 minutos, temas que eu vou levar cerca de 10 anos pra começar a entender... néns sempre se acham muito espertos e malandros... grandes cérebros treinados na tal "escola da vida")

À LELÊ, por ter efrentado fortes adversidades comigo (a madrugada necrosante na fila de ingressos pra Madonna, quando estávamos aceitando doações de remédios, agasalhos, comida e o que ficou conhecido como "kit-fila" - composto de: 1. cadeiras onde eu pudesse sentar do modo costumeiro, isto é, de frente, sem precisar virar de lado e ainda levantar uma perna pra caber; 2. spray anti-aglomerações; 3. fuzil para aniquilar cambistas e homofóbicos; 4. bom-ar pra espantar o mau-cheiro dos churrasquinhos dos..."vizinhos" - enfim, apesar dos insucessos dessa jornada asceta - tradução: ascetismo é um tipo de mendigagem, só que nobre, por ser voluntária -, a experiência foi bastante proveitosa... sinto que sei me virar na selva agora, aliás, a selva seria mais aconchegante... pelo menos o chão de lá não é de concreto).

Ah, claro, eu também preciso agradecer coletivamente por nights bombantes ao som de... Chiquititas, Spice Girls, É o Tchan e Lívia Botelho (com Lelê Venere no violão). E bem, eu lamento se o seu nome não estiver aí. Tente me conquistar da próxima vez que a gente se encontrar. Em caso de sucesso, daqui a um ano você ganha o seu parágrafo.

sexta-feira, 18 de julho de 2008

Esse post...

...não serve aos propósitos do blog e vai irritar a todos que não estiverem nessa honrosa lista. Mas acho que meus amigos merecem esse afago (já que eu demonstro sentimentos tão bem quanto um sábio solitário das montanhas geladas da sibéria).

Agradeço...

Ao VINÍCIUS, por ser tão alegremente exclamativo.
À ALINE, por ser uma grande lâmpada transcendente.
À DEBORAH, por sua cultura e destreza em terras indígenas.
À GABI, por falar sempre, impreterivelmente, com pompa, mesmo em viagens psicodélicas.
À JÚLIA TROTTA, por ter dançado polka tão bem nos primórdios do cristianismo.
À CAMILÃO, por não entender que alguém só pode tirar o cabelo quando usa peruca.
À YASMIN, por ser leitosa-ariana e apoiar a idéia de que "il camomila è la soluzione".
Ao JOÃO PAULO, por me dar os melhores conselhos assexuais.
Ao VÍTOR, por alimentar ferozes-vira-noite discussões sobre a mirabolante natureza do nada.
Ao THIAGO, por ser o futuro pedreiro chefe da minha obra.
Ao FERNANDO, por sempre me poupar o trabalho de consultar a Wikipédia.
À VIVIAN e ao ANDRÉ, por terem me dado uma casa em Angra.
À JÚLIA CALDAS, por sempre me lembrar que eu não sou a Rainha.
À CAROL IV que, por amor à Madonna, está disposta a vender a dignidade comigo.
À LOLÓ, por ter o mais longo tempo de serviço - amiga há 11 anos.
Ao IGOR, por tentar me mostrar que os Jorges também são atraentes.
Ao MARCIO I, por fazer do Pilotis um heliporto e pousar rodando em cima de pessoas.
Ao MARCIO II, por ser de alguma forma mais ardiloso que o MacGyver.
Ao VICTOR, por ter me aturado minhas alucinações no dia do show do DT.

A ordem dessa lista não importa. É muito evidente que o Vinícius-Querida não é meu favorito, ainda mais nos últimos tempos de bitch-alocka-cachoorro-carente-da-night.

E se você não está aí... Bom, tenha pelo menos a certeza de que eu só lhe dirigo a palavra caso você me agrade. E RENAN, você se recusa a ler o meu blog, então fiz questão de não colocar seu nome. o/

terça-feira, 6 de maio de 2008

A thousand strings attached

Como a humanidade, aos poucos, está recebendo com inigualável júbilo a notícia de que vai haver uma ULC Especial Boybands, resolvi tratar do assunto aqui no blog... Ouvindo os fósseis dos meus cd's de pop açucarado, achei um padrão formidável nas boybands. Quem achou que:

1) cantar sobre uma pungente dor de corno;
2) ser formada por exatos 5 garotos;
3) fazer um clipe com casacos largos de nylon, bolas de basquete ou roupas metalizadas cibernéticas;

...fossem as únicas semelhanças entre o 5ive, o N'Sync e os Backstreet Boys estava redondamente enganado. Na verdade, cada integrante cumpre um papel bem determinado e insubstituível até que um se torne alcólatra, se descubra gay, leve um chifre publicamente, veja Deus, ou até mesmo fique velho demais para fazer os movimentos obsenos das coreografias (*). A seguir, os papéis, a descrição e os exemplos:



BABY-FACE-QUE-GEME: Nick Carter (BSB), Justin Timberlake (N'Sync), Ritchie Neville (5ive). Eles são o buxixo das garotinhas de 12 a 14 anos. Provocam lágrimas, gritinhos alucinados, mãe me leva pra pegar autógrafo, correrias no aeroporto, desmaios por onde passam. São verdadeiramente feios, mas rebolam bem, são loiros e não têm espinhas, coisas que adquirem o status de alta virtude entre as cocotinhas. Justin parece um filhote de galo (se eu dissesse pinto (**), todo mundo iria entender outra coisa), tinha miojo brotando da cuca e era subnutrido. Nick tem a gengiva maior que o quadril, que já é maior que o da Beyoncé. Ritchie era uma combinação nojentinha e gasta de nariz-papagaio, asa-delta-sebosa, sorriso-coringa, o garoto-gatin-da-boate. Porém... o cantar gemido, visceral (no sentido mais porco da palavra), saindo de entranhas aparentemente podres, sofrido e, muitas vezes, uivado parecia seduzir o público: eles são tão fofinhos, olham como se emocionam cantando. Porra, eles não se emocionam, mas fazem uma força absurda pra voz sair.



BAD-BOY-PSEUDO-RAPPER: AJ McLean (BSB), Chris Kirkpatrick (N'Sync), J Brown (5ive). Eles são maus. Muito maus. Marrentos. Vitrines de tatuagem e apêndices corporais. Posam de alternativos, afetam originalidade e atitude, mas as letras das músicas que cantam são batidas frases de MSN: "I wish I could give the world to you, but love is all I have to give", "Cuz if you were my girlfriend, I'd be your shining star", "Every time I see you face I miss you baby". . TRUE MERMÃAAO. Eles deviam, NO MÍNIMO, se dignar a falar coisas mais bad-boy-oriented como Hey, maaan... We're busy here blowing the roof off! ou o simples e enfático YO!. Mesmo que apenas PENSEM que são rappers, ficando encarregados de cantar todas as partes faladas e rimadas das músicas. Mas não se enganem: essas partes são declarações de amor, convocações à pista de dança e ataques de corno disfarçados com densas pinceladas de gírias, servindo apenas para que ninguém confunda as boybands com as Spice Girls.



LINDO-E-INEXPRESSIVO: Lance Bass (N'Sync), Kevin Richardson (BSB), Abs Breen (5ive). Você tem entre 14 e 18 anos e nunca viu nenhum dos 3 cantar uma única linha. Mas tem todos os posters, broches, stickers, agendas, cadernos, recortes de jornal, revistas, álbuns de figurinhas, bonecos infláveis e merendeiras que sairam com a cara dele estampada. Porque ele é LINDOOOO. O príncipe encantado com o qual você sonha acordada, escutando a discografia do Abba. Aaah, se meu pai fosse dono da Microsoft, ele ia ser meu príncipe na festa de 15 anos. Longo suspiro. Sim, eu também acho os três lindooooos. Até hoje.



FEIOSO-QUE-NINGUÉM-SABE-O-NOME: Joey Fatone (N'Sync), Sean Conlon (5ive), Howie D (BSB). Eles só servem pra engrossar o coro, melhorar a organização dos boys no palco e dar destaque à beleza do tipo anterior. Situação de suas contratações:

Coreógrafo: Cara.. é difícil dispor simetricamente 4 pessoas e dar destaque a apenas 1.
Produtor: Ah não... O que está cantando tem que ficar sempre na frente. As bitches ficam dançado atrás, igualmente espaçadas, sempre aparecendo. Temos que expor nosso produto de maneira que seja agradável para os olhos de todos.
Coreógrafo: Então vamos precisar de mais um boy.
Produtor: Mas não temos tempo pra procurar... (olha pro faxineiro) Ei, você, quer ganhar dinheiro?
Faxineiro: As crianças têm que comer, né, doutor... Mas minha mãe não pode saber disso. Ela quer que eu estude.
Produtor: Ótimo. Não se preocupe, a sua imagem vai ser a menos explorada. Muita gente nem vai saber seu nome.
Coreógrafo: (chama o faxineiro) Você vai ficar ali na extrema esquerda. Nunca vai cantar.



O-RAPAZ-NORMAL-DA-VOZ-MELODIOSA: Brian Littrell (BSB), JC Chassez (N'Sync), Scott Robinson (5ive). Os únicos que não usam moduladores de voz e possuem algum talento. Dão o tom do coro e são esteticamente bem aceitáveis. Cantam a maior parte de todas as músicas. Quando a boyband acaba, viram produtores (ou evangélicos) e a mídia os esquece, pois não são bonitos, nem excêntricos, nem voluntariosos ou drogados. Poor boys. Por alguma razão por mim desconhecida, os únicos que permanecem fazendo ALGUM sucesso são os Baby-Face's. Ainda vou pensar sobre o assunto. Agora eu cansei.


(*) isso aconteceu, respectivamente, com: AJ, Lance, Justin, Brian e Kevin.

(**) biólogos de plantão, eu não tenho idéia se o pinto é o filho do galo... mas, foda-se.

domingo, 20 de abril de 2008

Nos idos de 2002...

Aline: Cara, o que quer dizer essa música que você colocou no seu blog?
Talitha: Qual, Things I'll Never Say, da Avril?
Aline: É, não consegui traduzir "I wanna see you go down on one knee".
Talitha: Ah, é simples... Assim, essa música fala das contradições dos sentimentos dela por um cara... Essa frase aí significa "Eu quero ver VOCÊ CAIR DA ESCADA COM UM JOELHO SÓ". Tanto que logo depois ela diz "Marry me today", pra acentuar o contraste!
Aline: Ah sim! Agora tudo faz sentido.

Obs1. Sim, minha mente eternamente perversa (e, naquela época, pouco treinada pro inglês) acreditava que esse era o sentido real da frase. Senão, não teria colocado no blog. Todos sabem que eu promovo a Marcha Anual Contra a Pieguice (passagem obrigatória por: set das novelas da Globo, casa da Sandy, Emi Odeon - a gravadora do Belo).

Obs2. Sim, Aline, atualmente poliglota e super chique, acreditou PIAMENTE na minha tradução.

O que será que eu pensava quando escutava "Am I squeezing you too tight?". Estrangulamento?

ODE DO DIA...

A Trotta toda hora me pede pra postar algo sobre ela aqui. DESSA VEZ ela me deu um bom motivo. Observem:



Contexto: Júlia Trotta (ou Júlia II), ex-brasileira, estava na sua faculdade, no Texas. Percebe um ajuntamento de pessoas revoltadas... Se aproxima... No centro, um preacher, vestindo uma camisa Homos go to Hell , distribuindo esses cards sagrados e dizendo: God created Adam and Eve, NOT ADAM AND STEVE . Na periferia, alguns gays com highlights, com aquela atitude talk to the hand, mandando o preacher tomar no cu (punição que eles mesmos não se incomodariam de aplicar). Intimidada pelo fanatismo e convicção do pregador, e louca para obter a prova material de sua participação num evento tão exclusivo, Júlia corre para buscar seu passe... Mas eles haviam acabado... Aparentemente, o céu tem vagas limitadas.

Atentem para: A importante observação do Free Out of Hell Pass: This card may be kept until needed or sold (tradução para o Thiago: Esse cartão pode ser mantido até quando necessário ou pode ser vendido)... vou imprimir o meu e vender pra Suzane von Richthofen, pelo preço moderado de um dos carrões que ela tem na garagem. Certeza que ela aceita. Ah, também reparem no direcionamento das chamas. Considerando que o cartão é destinado a homossexuais... coincidência?

Prooonto, Júlia... Quase declarei meu amor por você publicamente. Só não fiz isso porque não te amo. Afinal, você me mandou esse desenho: 8====>, noutro dia. MUITO MAU GOSTO, PARA ALGUÉM COMO EU. Jamais dividirei meus cookies com você, polaca.

PRÊMIOS DO DIA...

Troféu Ininteligibilidade: Tese de um sujeito da PUC - "Se ele é artilheiro eu também quero sair do banco": Um estudo sobre a co-parentalidade homossexual. É SÉRIO. Saiu no PUC Urgente.

Troféu Divisão Extrema do Trabalho: Outra tese - Equipamentos utilizados por iatistas da classe snipe: implicações músculo esqueléticas a partir de uma abordagem ergonômica. JAMAIS conseguiria estudar um caso tão estupidamente particular. É por isso que vou acabar vendendo tapioca na Tailândia.

QUADRINHO DO DIA...



Quem riu porque sabe que eu sou EXATAMENTE assim, riu pelo motivo certo. (pra conseguir ler, clique na imagem)

Eu, no Conversa Fiada, há uma semana: Cara, Maria Madalena tinha 7 demônios no corpo, era uma prostituta com aura de santa, teve um caso duvidoso com o homem mais superstar de todos os tempos (Jesus), tinha dinheiro, mas gostava mesmo era dos machos do povo, e ainda por cima tinha um nome duplo... CARA, TOTAL FILME DO ALMODÓVAR.

.
.
.

Cansei de escrever. Amanhã eu volto... ainda há muito pano pra manga.

quinta-feira, 10 de abril de 2008

Sinais de vida...

Senhores, venho recebendo injustas reclamações quanto à frequência de postagens. Sei que considerações sobre a Maria do Bairro são sumamente importantes para a construção e a solidificação da identidade latina. Respeito isso. Mas, vocês são uns desocupados, mesmo. Muitos, inclusive, me escutam diariamente... Sorte de vocês que eu não tenho saco pra listar as minhas responsabilidades e me atenho às escatologias cotidianas, pois agir assim é estar de acordo com a justiça suprema. PORÉM, a justiça é cega e não vai conseguir ler o seguinte:

Eu não tenho tempo pra postar aqui porque faço...

- 8 matérias na faculdade (*)
- curso de alemão;
- curso de italiano;
- iniciação científica;
- sessões de tortura na academia;

Ainda dou monitoria de LabView e reservo um tempo longo para os amigos e família. Portanto...

ESPEREM, PORRA. E não, não vou colocar comentários. Senão vira chat como no blog passado... E mais... Ficarei viciada nesse chat como fiquei no Orkut e no MSN.

Pra quem ainda não se convenceu...

(*) eletromagnetismo, álgebra linear II, cálculo III, estática, estruturas de dados, cristianismo, projeto orientado II, lab de física III.

segunda-feira, 24 de março de 2008

Jogou teu charme em mim...

Tchuru - tchurururu... NÃO RESITI TÔ AFIM...

Música que fala pelo momento... Já que o post originalmente seria sobre a abertura ANTOLÓGICA de Maria do Bairro, uma preciosidade das nossas primeiras primaveras. Porém... Latino jogou seu charme em mim. Perdoem o trocadilho, mas, ainda assim, o leitor aprofundará sua latinidade. Como prometido.

Visão macro da foto ao lado. Está escutando? É... um saxofone,o arauto da cafonisse. E quem mais você vê na foto? Sim, Simon LeBon, George Michael, Paulo Ricardo... Todos os Don Juans rebolantes e cantantes. Olhar de amante mortal, gelzinho no cabelo, quebrada de modelo, cavanhaque alinhado, biquinho Vogue, no pano... Do tempo em que Me Leva tocava em boates e festas de 15 anos. Do tempo em que, segundo a Wikipédia, ele concorreu ao prêmio de Música do Ano na premiação Melhores do Ano do Domingão do Faustão. UMA PROEZA. Ainda mais para um ex-garçom-mágico-cozinheiro-dançarino-copeiro (sim, ele já foi útil à sociedade) que sempre soube fazer de tudo, menos cantar/compor e satisfazer a Kelly Key. Conseguem ver a mãe dele dizendo "Ele sempre teve algo de diferente, de especial...!"? EU NÃO! Mesmo que toda mãe fale isso do filho famoso. Motivo:

video

Fase II da saga. Latino assume suas origens e passa a se vestir como um funkeiro carioca (que nada mais é do que a versão pé rapada do rapper americano - menos penduricalhos, menos massa muscular, menos cor, menos viço, menos cicatrizes, menos beiço... enfim...). Reparem como o toca no fundo da alma dizer "que pra mim veio do céu". Ele até faz aquela cara de quem acabou de levar uma martelada na cabeça... algo parecido com a expressão de quem sente o cheiro do Rio Joana. Mas o grande destaque vai para a rebolada-hérnia-de -disco. ELE TRAVA, todas a vezes que tenta.

E quem decifrar o que significa "você pra mim é muito mais do que um shopping" ganha o...

ÁLBUM DO DIA...

Alta Frivolidade - Ayrton Mugnaini Jr.

ESPECIALMENTE PARA PATOFANS... Já que... Ela agora é maneeeeeta, [tan tan tan] por causa deste rapaaaaz"

Sintam o gosto em:
cliquemusic.uol.com.br/artistas/artistas.asp?Status=DISCO&Nu_Disco=8874

Dá-lhe baixista do Kid Vinil!

CANTADA DO DIA...

Depois de uma noite selvagem no bar, Yasmin-dondoca-espevitada queria voltar pra casa. Ligou pro táxi.

- A Sra está aonde?
- No Shenanigan's.
- Aonde?!
- No Shenanigan's! Do lado da churrascaria Carretão!
- A Sra está falando inglês. Não compreendo. Pode traduzir?
- Eu estou falando português! Estou no Shenanigan's!
- Ok... O que a Sra está vestindo?
- Uma blusa rosa.
- Você está vestindo SÓ uma blusa rosa? Humm...
- Não! Eu estou de calça também! Que coisa...


Enquanto isso Talithão e Tiemão autistavam, imaginando o porquê de 1) o gaúcho diabólico da Carretão ter levado o banco onde repousávamos 2) o segurança nos ter cedido uma cadeira, dizendo "Faz a dança da cadeira aí, vai...". Tiemão REALMENTE achou que fosse pra revisitar a infância (chegou a dizer "Mas a música não vai parar, aí não tem graça..."). Ai ai...

Obs. O tarado do telefone mandou o táxi pra Baronetti. É foooda.

SESSÃO CAMILA...

A poetisa mais proeminente da nossa geração. Repente ao telefone:

"Talithão...

Falar com você é melhor do que ir pra Barô
Mas é pra lá que eu vô
Até rimô

Várias vezes..."


Além de poetisa, é criadora de ostras, tendo pérolas pra dar e vender (DOEU HEIN?! classificação: piada da mamãe - daquelas que serão eternamente sem graça) - bem, vamos à pérola logo:

"Eu tava olhando o cabelo da mulher, muito maneiro... E de repente... ELA TIROU! Aaah, era uma peruca!"


FOTOS DO DIA...



Mesmo que ele estivesse comendo a cabeça do Prince (de longe a criatura mais repugnante que já vi, um rato lombriguiforme...), eu continuaria dizendo que ele é uma gracinha. Ainda que todas as fibras do seu corpo já tenham endurecido e ele pareça um tronco ressecado.



Sementinha do rock satânico. 1/2*literalmente.

------------------------------------------------------------------------------

RESPONDEREI AOS SCRAPS E TELEFONEMAS EM BREVE. Só sou uma.

Prova de Cálculo III amanhã. Fortes emoções.

quarta-feira, 19 de março de 2008

Ode à Alvura

[Licença para homenagear a Yasmin... Só hoje, pq é aniversário dela.]

Há 6939 dias o mundo ficou mais branco.

Virtude... (resolvi encurtar o epíteto, pq assim em 2100eblau sua lápide vai ser mais barata)... desejo:

1) Que sustente e concilie pra sempre a pseudo-intelectualidade e a sua faceta trash. Nossas conversas antológicas dependem disso.

2) Que jamais tenha que visitar a Palestina ou a Vila Mimosa nas suas peregrinações diplomáticas.

3) Que lance as ações da TYP Night Club iluminada pela sorte que eu não tive no sorteio do mate. Se bem que, quando Deus quando nos criou, jogou a forma fora, somos parfaits. Logo, ele interpelará pelo equílbrio, e essa sorte virá. Ou seja, esse tópico é inútil.

4) Que a sua visão política extremista não afete seus relacionamentos! Seja para atrair ou repelir. Convenhamos...

5) Que a base do PSK no Senado seja sustentável. Afinal, eu quero manter minhas madeixas loiras. E Lula TEM que entender que IL CAMOMILA È LA SOLUZIONE.

................................

Cenas do próximo capítulo:

O leitor vai aprender a aprofundar sua latinidade. Com muita honra.